Holistika

Um espaço que trata da saúde da alma, da mente e do corpo

Arquivo para Culinária Natural

Benefícios da água morna com limão

Recebi esse material por e-mail e achei interessante. Publico e abro a discussão para quem quiser opinar se é válido ou não.

Beber água com limão, além de trazer vários benefícios à saúde do ser humano,

também é uma boa forma de se purificar o organismo

limaoTomar em jejum 1 copo de água morna misturada com suco de um limão sem açúcar é uma prática indicada por muitos nutricionistas. Por que essa prática é indicada, seus benefícios e os cuidados a serem observados é o que nos conta a nutricionista funcional e proprietária da H2O nutrição  Helouse Odebrecht nos conta a seguir .

Água morna: estimula o sistema imunológico, ajuda no equilíbrio do PH, na digestão e na perda de peso, agindo como diurético natural suave.

Ela ainda hidrata o sistema linfático, mas para todos esses benefícios, deve ser tomada em jejum.

Limão: tem compostos que estimulam a produção da bile. A substância, produzida no fígado e armazenada na vesícula, é liberada no intestino, isola a gordura e facilita a absorção dos nutrientes. Na casca são encontrados óleos essenciais com monoterpenos que são capazes de descongestionar o fígado. O limão tem um efeito alcalinizante no corpo.

“Algumas pessoas podem achar que, devido ao sabor ácido do limão, este alimento pode acidificar o organismo. Mas não se engane! O limão mal alcança o estômago e já se combina com os minerais alcalinizantes, ajudando a manter o PH do corpo em equilíbrio”, destaca Helouse.

O limão é uma fruta rica em vitaminas e minerais, dentre eles a tão conhecida Vitamina C, mas também contém vitaminas do complexo B como tiamina, riboflavina, os carotenoides, e os minerais magnésio, fósforo, silício, selênio, cálcio e potássio, e ainda os limonóides, compostos bioativos que estão associados à prevenção de várias doenças, incluindo o câncer.

Sabendo então das ricas propriedades do limão, fica mais fácil entender o motivo da indicação da fruta espremida com água em jejum:

Benefícios:

– Os limonóides presentes nas frutas cítricas têm ação direta no fígado e promovem a detoxificação, através da eliminação de toxinas e substâncias cancerígenas. Além dessa propriedade, esse composto é citado nos estudos como importante para reduzir sintomas de ansiedade, combater a depressão e reduzir gordura no sangue;

– A vitamina C é importante para o sistema imunológico, fazendo sua fortificação, além de participar das vias da lipólise (queima de gordura no sangue);

– Apesar de ser um alimento ácido para o nosso paladar, devido ao ácido cítrico, o limão é um alimento com potencial de alcalinizar o sangue humano. O ácido cítrico se transforma em um sal alcalino, capaz de neutralizar a acidez tanto do estômago quanto do sangue após absorvido. Assim, temos um pH do sangue mais alcalino e saudável, importante para a prevenção das doenças cardíacas, fortalecimento da imunidade, proteção contra o câncer, redução dos sintomas do estresse e auxílio na eliminação de gordura devido à eliminação de toxinas pelo sangue.   Assim, o  limão cumpre papel importante na estabilização do pH dos líquidos corporais e no sistema de formação e manutenção óssea, além de prevenir a formação de cálculos renais.

Considerações

A água morna, indicada por muitos, é devido ao potencial do líquido nessa temperatura de auxiliar eliminação de gordura presente na parede do sistema digestivo. Então, essa dica é válida para quem tem uma dieta rica em gordura (nada saudável) ou após uma refeição mais gordurosa. O poder adstringente do limão também ajuda nesse momento.

Tomar em jejum é recomendado pois, nesse momento, estamos com o organismo mais livre e a detoxificação parece ser potencializada e mais eficaz.

O limão também é um excelente digestivo. Acompanhado nas grandes refeições, ele também traz todos os benefícios citados, além de auxiliar na produção de saliva e estimular o suco gástrico a fazer uma excelente digestão. Então, acrescentá-lo à salada ou à refeição pode ser uma prática bem interessante. E por mais que existam os mitos de que ele causa gastrite ou azia, por alcalinizar o local, isso não ocorre e em muitos casos pode auxiliar no tratamento de azias causadas por deficiência da produção do ácido do estômago.

Entre outros benefícios, o limão é um excelente hipotensor, auxiliando no tratamento e prevenção da pressão alta e importante também para prática de exercícios físicos por melhorar o pH do sangue e ajuda a combater os radicais livres produzidos durante o treino. Além disso, estimula a contração muscular por ser fonte de magnésio, potássio e cálcio.

Existem diversos tipos da fruta e o ideal é aquele da sua região e da época. Podendo ser o limão-tahiti (cruzamento do siciliano com a lima da pérsia), limão galego (pequeno e muito suculento), limão siciliano (origina muitos outros) e limão cravo (que se assemelha a uma tangerina).

Cuidados:  Algumas pessoas são intolerantes ou alérgicas ao limão e vão sentir desconforto gastrointestinais ou problemas na pele como dermatite. Fique atento, se isso ocorrer suspenda o uso.

Receita de água com limão

½ limão espremido

100 ml de água fria ou morna

SEM AÇÚCAR OU QUALQUER OUTRO ADOÇANTE

Modo de preparo

         Esprema o sumo do limão na água e ingira logo em seguida. Se quiser potencializar a detoxificação, faça em jejum e espere de 15 a 30 minutos para comer.

Ingerir de 1 a 2 vezes ao dia.

Turbine sua água com limão

Acrescente à água raspas da casca do limão, que concentra uma maior quantidade de limoneno;

Acrescente 1 colher de chá de açafrão para potencializar as propriedades antioxidantes.

No entanto, a nutricionista alerta que cada indivíduo possui a sua particularidade, por isso é muito importante a consulta com o profissional da área para orientações de cardápio e alimentos. E lembre-se, nada é um milagre, o conjunto de hábitos saudáveis é que se torna o grande sucesso para uma vida saudável e feliz. Use os alimentos em seu benefício.

————————-

Agência Duka
Ana Lima – Assessora de Imprensa
imprensa@agenciaduka.com.br

As maravilhas deliciosas do inhame – receitas saudáveis

Recebi um e-mail de minha amiga Carmen Lúcia sobre o inhame. Segundo ela, o alimento é milagroso para uma série de aplicações. Não tenho a comprovação mas acho que abrir a discussão é válido. E além do mais ela manda uma monte de receitinhas. Se não fizer bem, pelo menos mal não fará. Valeu, Carminha.

———————————

INHAME COMBATE A DENGUE!
MITO OU VERDADE?

O inhame limpa o sangue, é um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece e faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins e dos intestinos. No começo do século passado já se usava elixir de inhame para tratar sífilis. Fortalece o sistema imunológico. Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. É curioso que a forma do inhame seja tão semelhante à dos gânglios.

O alimento evita malária, dengue e febre amarela. A presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito, neutralizando o agente causador da doença da dengue antes que ele se espalhe pelo corpo. Aldeias inteiras morreram de malária depois que as roças de inhame foram substituídas por outros plantios.

Dengue – Infecção virótica que faz doer o corpo inteiro, especialmente as juntas, e dá muita febre; deixa a pessoa fora de combate por algum tempo e pode matar. O tratamento natural é comer inhame. Comer inhame em vez de batata, duas ou três vezes por semana, previne contra dengue. Em situações de epidemia, comer um inhame por dia é mais que bastante – em sopa, purê etc. Mesmo já estando com dengue, comer inhame,  ou tomar o elixir de inhame, vendido em qualquer farmácia, costuma acelerar muito a recuperação.Também é importante usar o inhame depois da dengue, para eliminar os resíduos do sangue que tornam mais dramática a recaída.

Fertilidade feminina – É mais poderoso que a batata e tem a vantagem de ser nativo, enquanto a semente da batata é importada. Inhame dá com fartura em qualquer lugar úmido. Em vez de apodrecer na cesta, como a batata, ele brota e produz mais inhames. Nas mulheres aumenta a fertilidade porque contém fitoestrógenos, hormônios vegetais, importantes na menopausa e após.

Existem o inhame do norte e o cará, maiores e mais lisos, que são muito bons para comer mas não têm o mesmo poder curativo do inhaminho (também chamado de inhame chinês). A folha parece com a taioba, é da mesma família. Ao contrário do que se pensa, a folha do inhame também serve para comer, cozida ou refogada. Na África e na América do Norte se chama taro, na América Central é ñame ou otoe, na França é igname, na Índia albi, no Japão sato-imo, no Caribe malanga ou yautia. E cará, em inglês, é yam.

RECEITAS

Inhame  cru – Rale e tempere com sal marinho e limão ou com molho de soja. É muito forte. Um leproso que se escondeu no mato e só tinha inhame cru para comer ficou inteiramente curado depois de alguns meses. (Se der coceira nas mãos na hora de descascar, passe um pouco de óleo ou lave com água bem salgada.)

Vitamina com inhame – Ponha no liquidificador um inhame, uma cenoura, alguns ramos de salsa (ou outra folhinha verde, como coentro ou hortelã) e o suco de duas laranjas, com mais água se desejar. Tudo cru. Dá para dois copos.

Cuscuz de inhame – Ponha alguns inhames com casca e tudo na parte superior da cuscuzeira, ou numa peneira sobre uma panela com água fervendo, e tampe. Depois de meia hora espete com o garfo para ver se estão macios. Nessa altura a casca se solta com muita facilidade, basta puxar que sai inteirinha. É aí que o inhame tem o sabor mais simples e gostoso.

Purê de inhame – Depois de cozinhar os inhames no vapor ou na água, solte a casca e amasse com um garfo; junte um pouquinho de manteiga e de sal marinho, ou molho de soja, e misture bem. Só precisa ir ao fogo de novo se for para esquentar.

Patê de inhame – É ótimo para passar no pão e substitui muito bem as pastas de queijo nas festas. A base é um purê de inhames cozidos e amassados, ao qual se acrescentam azeite ou manteiga, folhas verdes picadinhas (salsinha, manjericão, coentro, cebolinha) ou orégano.

Patê de inhame com beterraba –  Uma beterraba cozida e batida no liquidificador com inhame e um pouco de água vai produzir uma pasta rosada.

Maionese de Inhame  – Batido com azeite, alho, água e sal faz uma delícia de molho tipo maionese. Use a criatividade e ofereça aos amigos uma coisa nova de cada vez!

Inhame sauté – Depois de cozidos e descascados, corte os inhames em rodelas ou pedaços; esquente manteiga ou azeite numa frigideira; ponha os inhames, e sobre eles bastante folhas verdes picadinhas (salsa ou cebolinha ou manjericão ou coentro ou orégano ou outro tempero de sua preferência), uma pitada de sal marinho, mexa rapidamente, baixe o fogo e deixe grudar um pouquinho no fundo para ficar crocante.

Inhame frito – É muito mais gostoso do que batata. Corte em rodelas finas ou palitos, frite em óleo bem quente e deixe escorrer sobre um papel que absorva a gordura.

Pizza de frigideira – Rale inhames crus, misture com farinha de arroz ou de milho, tempere a gosto; achate a massa numa frigideira antiaderente e deixe assar dez minutos de um lado, dez do outro. Com alguma prática dá para fazer isso numa chapa bem quente, levemente untada. O ponto da massa não deve ser nem seco nem aguado.

Inhoque de inhame – Faça exatamente como se faz o inhoque de batata: cozinhe os inhames, descasque, amasse com farinha de trigo e uma pitada de sal marinho até a massa ficar com a consistência que dê para enrolar. Enrole em cordões, corte, ponha para cozinhar de pouco em pouco numa panela com água fervendo. Quando os inhoques subirem é que estarão cozidos. Se puder, substitua parte da farinha de trigo comum por outra que seja integral.  E o molho? Ao gosto do freguês.

Inhame no feijão – Engrossando o caldo cozinhe um ou dois inhames junto com o feijão, que eles desmancham e o caldo fica bem grosso.

Bolinhos de inhame – Cozinhe, descasque e amasse ligeiramente os inhames com um pouco de cebola ralada, cebolinha verde picadinha ou alho-porró em fatias fininhas, uma pitada de cominho e outra de sal; junte farinha de trigo para dar liga, pincele com gema de ovo e asse no forno até a superfície secar. Ou frite.

Forminhas de inhame – Descasque e rale os inhames crus na parte mais fina do ralador, para obter uma papa líquida. Junte fubá de milho ou farinha de arroz integral (que se faz tostando o arroz e batendo aos pouquinhos no liquidificador) até conseguir uma consistência boa, mas ainda úmida. Tempere a seu gosto: com sementes de cominho ou de erva-doce, uma pitada de sal, talvez um queijo ralado ou uma azeitona. Unte forminhas, encha com a massa e ponha em forno bem quente durante cinqüenta minutos.

Bolo salgado de inhame – Deixe de molho duas xícaras de triguilho durante duas ou três horas e esprema; junte duas xícaras de inhame cozido e duas de farinha de arroz. À parte, refogue alguns legumes com um pouco de tempero, mas não deixe cozinhar. Tire do fogo e misture à massa. Ponha numa forma untada, espalhe queijo ralado por cima e leve ao forno alto por quinze minutos; aí ponha a chama em ponto médio e deixe mais quinze minutos. Cheirou, está pronto. Acrescente ovos cozidos se quiser um prato mais forte.

Torta de inhame em camadas – Cozinhe, descasque e amasse os inhames; cozinhe e amasse a terça parte de abóbora; refogue uma verdura picadinha tipo espinafre ou acelga ou agrião ou chicória ou folhas de nabo ou de cenoura, etc. Unte uma forma refratária com manteiga,ponha uma camada de inhame e sobre ela uma de abóbora; outra de inhame e sobre ela a verdura refogada; mais uma de inhame. Pincele ou não com ovo, enfeite com rodelas de cebola, leve ao forno para secar durante 20 minutos.

Sopa desintoxicante de inhame  com missô – O missô é um alimento tradicional japonês muito usado como tempero, feito de soja fermentada com cereais e sal. Vem em forma de pasta. É muito rico em enzimas, proteínas e vitamina B12, devido ao seu processo de fermentação. Limpa o pulmão dos fumantes, restaura a flora intestinal, e acima de tudo dá um gosto todo especial à sopa. Portanto cozinhe os inhames descascados com o mesmo tanto de água, uma ou duas folhinhas de louro e alguns dentes de alho inteiros; depois bata no liquidificador para obter um creme fino. Acrescente o missô, na base de uma colher de chá cheia por pessoa, ou dissolva com um pouco d’água numa tigelinha e deixe que cada um se sirva como quiser. (Algumas pessoas vão preferir sal.) Cebolinha verde picada, por cima, combina muito.

Creme de inhame com agrião – Faça como na receita anterior; depois de bater no liquidificador devolva ao fogo, ponha sal se for o caso, espere ferver e junte um bom punhado de agrião cru, lavado e cortado. Deixe cozinhar um minuto, apague o fogo e sirva. Com missô, se não tiver posto sal.

Torta doce de inhame com abacaxi – Cozinhe os inhames, descasque, amasse e forre com essa massa uma assadeira untada; espalhe por cima uma compota de abacaxi feita com sementinhas de erva-doce e cravo-da-índia, quase sem água, pois o abacaxi solta caldo. Leve ao forno quente durante meia hora. Substitua por outra compota de sua preferência.

Bolo doce de inhame com aveia em flocos – Misture duas xícaras de inhame cozido com duas de aveia em flocos e duas de farinha de arroz integral (toste o arroz, bata no liquidificador em pequenas porções); 1/2 litro de suco de laranja (ou outro líquido doce, como chá de estévia, ou leite de coco adoçado com melado); uma colher de sopa de manteiga, se quiser; uma pitada de noz-moscada e canela em pó; frutas secas e castanhas picadas, ou banana madura em rodelas. A consistência da massa deve ser pastosa, nem aguada nem dura. Unte uma forma e leve ao forno quente durante meia hora, mais ou menos, mantendo a chama alta durante quinze minutos e baixando então para um ponto médio. Você sabe que o bolo está no ponto quando cheira. A partir daí ele vai secando, e, quanto mais tempo ficar no calor, mais firme será sua consistência. Se quiser um bolo mais fofo, junte uma colherinha de café de bicarbonato de sódio dissolvido em suco de laranja no final do preparo da massa. Esse bolo dá um ótimo panetone quando leva frutas cristalizadas e é assado em forma alta.

Biscoitos de inhame com aveia – A massa é a mesma do bolo. Unte um tabuleiro e despeje com a colher pequenas porções. Asse em forno alto até chegar ao ponto desejado. Como todo biscoito que leva aveia, este também só endurece depois que esfria.

Mousse de inhame com ameixa – Ponha no liquidificador uma parte de inhames cozidos com uma parte de ameixas-pretas, sem caroço, cozidas com canela; aproveite a calda para bater a massa. Repita a receita usando maçãs ou bananas em compota em vez de ameixas. Para fazer a compota, não é necessário adoçar, pois essas frutas já têm bastante açúcar natural. Basta que estejam bem maduras. Leva-se ao fogo baixo, em panela tampada, com uma pitada de sal e um pouco de água. Quanto mais cozinharem, mais doces ficam.
 

No mês das Crianças, guloseimas leves e saudáveis

A rede MUNDO VERDE – especializada em produtos naturais, orgânicos e para bem-estar – lança a campanha “Nutrição com sabor de diversão”, para incentivo à alimentação saudável na infância, que ficará em 118 lojas do País durante todo o mês de outubro. O objetivo é aproveitar o mês das crianças para conscientizar mães, crianças e adolescentes sobre a importância de uma dieta equilibrada desde cedo, além de orientá-los com indicações de guloseimas e receitas de lanches saudáveis.

A campanha prevê distribuição de 120 mil folders, contendo receitas como Suco Mistureba de Frutas e Hambúrguer Natureba e dicas de guloseimas saudáveis que podem ser encontradas nas lojas Mundo Verde.

Divulgação | Mundo Verde

Divulgação | Mundo Verde

A ação envolve ainda a divulgação do Alô Nutricionista Mundo Verde, um serviço gratuito disponível pelo telefone 0800 0222528 e pelo portal Mundo Verde , para tirar as dúvidas das mamães na hora da alimentação dos filhos. 

No Brasil, até a década de 70, a relação de brasileiros obesos entre 6 e 18 anos era de apenas 3%. Hoje, 6,6% das crianças de 0 a 5 anos sofrem de obesidade. Calcula-se que aproximadamente 20% a 25% apresentem excesso de peso na faixa etária entre 7 e 14 anos.

Segundo o Ministério da Saúde, já são cerca de 6 milhões de adolescentes obesos e estima-se que o número de crianças acima do peso tenha crescido cinco vezes nos últimos 20 anos. Entre os principais fatores associados à obesidade infantil estão o sedentarismo e o maior consumo de alimentos ricos em carboidratos refinados e gorduras, provocado pela onda de fast foods no mercado.

 
OPÇÃO COMPLETA EM GULOSEIMAS SAUDÁVEIS
Confira as dicas do Mundo Verde para substituir as guloseimas tradicionais por opções bem mais saudáveis, gostosas e saudáveis:
– Cookies Integrais: Além de saborosos, são fontes de energia, fibras, vitaminas e minerais. Ótimos substitutos dos biscoitos tradicionais, que são altamente calóricos, pobres em nutrientes, contêm alto teor de gorduras saturadas e trans, além de serem elaborados com ingredientes refinados.

– Chocolate à base de soja: Adoçados com açúcar orgânico, isentos de colesterol, lactose e glúten. Os chocolates convencionais contêm alto teor de colesterol, açúcares e gorduras saturadas.

– Barras de frutas: Barra totalmente natural feita com frutas e castanhas. Sem corantes, conservantes e açúcar. Rico em fibras.

– Snacks integrais: Ao contrário dos tradicionais, os snacks integrais são assados, ricos em fibras e livres de corantes artificiais.

Brownie de Soja: Deliciosa opção de sobremesa, com a vantagem de ser rico em fibras, vitaminas e minerais. Sem lactose e glúten.

– Frutas secas: Crocantes, sem adição de açúcar e conservantes, mantendo as características nutricionais, como os teores de vitaminas, minerais e fibras contidos nas frutas.

– Paçoca de soja: Além de saborosa, é nutritiva. Fonte de vitaminas do complexo B e fibras.

– Sucos de frutas orgânicas: Sem adição de conservantes e corantes. Isentos de fertilizantes químicos e agrotóxicos. Fontes de vitaminas e minerais antioxidantes.

 

Dicas da nutricionista sobre alimentação saudável na infância

“O aleitamento materno é a melhor e mais completa alimentação para o bebê nos primeiros 6 meses de vida. Depois, é preciso educar o paladar da criança, oferecendo alimentos naturais, como frutas ou sucos, de preferência orgânicos”, destaca a nutricionista da rede Mundo Verde, Flávia Morais.

De forma geral, até mais ou menos os dois anos, as mães conseguem alimentar seus filhos de forma correta e saudável sem muito “trabalho”. Essa deveria ser a regra até que eles próprios pudessem cuidar da própria alimentação, mas infelizmente não é assim que funciona.

“O problema, é que os pequenos crescem, começam a ser influenciados por propagandas de produtos que pouco ou nada contribuem para seu crescimento e desenvolvimento, e deixam literalmente as mamães de “cabelos em pé” na hora das refeições e principalmente nos lanchinhos quase sempre nada saudáveis que são feitos ao longo do dia”, afirma Flávia.
Afinal, guloseimas, salgadinhos, bolachas e doces são ainda considerados o carro-chefe da alimentação infantil.  Estas delícias não costumam ser nutritivas, mas atraem pelo seu sabor de “quero mais”. “O excesso de guloseimas aumenta o risco de a criança se tornar obesa. Uma criança obesa tem mais chance de se tornar um adulto obeso. E adultos obesos têm risco aumentado de diabetes, doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer, doenças não-transmissíveis que mais matam atualmente”, adverte a nutricionista da rede.

Exemplo dos pais

Segundo ela, as quantidades exageradas de calorias, somadas a poucos nutrientes e substâncias químicas prejudiciais, geram uma combinação extremamente nociva para a saúde. “São fontes de calorias vazias, na maioria das vezes provenientes de açúcares refinados e gorduras trans”, explica a nutricionista. Por isso, o consumo de guloseimas deve ser uma exceção à regra na alimentação de crianças, assim como na de adultos.

“Na realidade, estes alimentos não precisam ser completamente abolidos, desde que sejam colocados limites. A criança pode, por exemplo, comer um chocolate como sobremesa, mas, no dia seguinte, deve sempre comer uma fruta. É fundamental conversar com ela e chegar a um acordo”, explica.

Segundo Flávia Morais, é preciso ficar atento porque as crianças seguem os hábitos alimentares dos pais. Afinal, o apetite e a predileção por determinados alimentos estão relacionados à cultura alimentar dentro de casa. Se os pais não têm uma dieta saudável e variada, fica muito difícil tentar impor esse tipo de hábito alimentar para os filhos.

“Mas se os pais conseguem manter este equilíbrio na alimentação e explicar os benefícios de uma alimentação saudável, é possível ceder um pouco. Afinal é difícil privar os filhos desses alimentos, assim como para nós evitá-los por completo”, afirma. Segundo ela, a reeducação alimentar deve envolver a família e também a presença de um acompanhamento psicológico, para que o “gordinho” de hoje possa ser, amanhã, um adulto esbelto e feliz.

 

Dicas MUNDO VERDE para uma alimentação saudável na infância

– A base da alimentação saudável são cereais integrais, frutas, verduras e legumes – de preferência orgânicos –, além de óleos vegetais prensados a frio.
– Verduras e legumes devem ser oferecidos diariamente para que vire hábito ingeri-los regularmente.
– O cardápio deve ser diversificado, equilibrado, incluindo preparações criativas e de boa aceitação.
– Se a criança rejeitar o alimento, a sugestão é insistir, através de outra forma de preparação: creme, sopa ou suflê;
– As frutas devem ficar em lugar visível e de fácil acesso, pois o colorido desperta o apetite e estimula a ingestão;
– Nunca adoce os sucos de frutas, pois seu sabor verdadeiro é, sem dúvida, mais saudável;
– Horários e rotina para a alimentação são fundamentais! A criança deve se alimentar em lugar calmo, arejado e limpo. – A alimentação feita de forma rápida, com barulho e em frente à televisão contribui para ela comer muito mais que o necessário, de maneira pouco prazerosa e sem degustar devidamente os alimentos.
– Brincadeiras ligadas ao computador e ao videogame são mais um fator contribuinte para a questão da obesidade infantil;
– Pais devem ser exemplos. Não adianta os pais estarem com o prato cheio de “porcarias” e insistir para que a criança coma saladas;
– Prefira lanches saudáveis como sanduíches de pão integral com pasta de soja e queijo branco, salada de frutas com granola, sucos de frutas, barras de cereal, balas de banana sem adição de açúcar, frutas liofilizadas e crocantes, cookies de cacau e até mesmo um chocolate com pelo menos 40% de cacau;
– Opte sempre por biscoitos integrais, frutas secas e barras de cereais na hora do lanche;
– A escola também tem a obrigação e o dever de oferecer lanches saudáveis, fortalecendo a atitude de proibição da venda de produtos prejudiciais nas suas cantinas;
– Estimular atividades físicas é também muito importante, desde que obedeça ao gosto da criança, descobrindo qual a atividade de sua preferência e incentivando-a.

Dicas para quem tem restrições alimentares
Mesmo para quem tem doenças associadas à alimentação, é possível consumir guloseimas, desde que se restrinja o ingrediente ou nutriente que causa a intolerância ou doença. Mais dicas da nutricionista do Mundo Verde:

Celíacos: Excluir tudo que for fonte de glúten (trigo, aveia, centeio, cevada e malte). Portanto: hambúrguer, pizza, salgadinhos, biscoitos que tenham o glúten estão proibidos.
Diabéticos: Deve-se controlar a ingestão de carboidratos e açúcares: balas, doces, chicletes, sorvetes e fontes de açúcar estão proibidos.
Intolerantes à lactose ou à proteína do leite de vaca: Alimentos que sejam preparados com estas substâncias devem ser eliminados da dieta, como por exemplo iogurtes, sorvetes, chocolates, queijos, etc.

Serviço:
MUNDO VERDE EM SALVADOR
 
CENTER LAPA
Rua Portão da Piedade, 155 – Loja 228/229
Shopping Center Lapa – Piedade
Tel/Fax: (71) 3329-8787
mvclapa@hotmail.com
* Possui lanchonete
MAX CENTER
Av. Antônio Carlos Magalhães, 846 – Lojas 1 e 2
Ed. Max Center – Itaigara
Tel/Fax: (71) 3359-0976
mundoverdemaxcenter@mundoverde.com.br
* Possui lanchonete
SHOPPING BARRA
Av. Centenário, 2992 – Loja 340 /1 3º Piso
Chame Chame – Salvador – BA
Tel/Fax: (71) 3264-2220 – 3264-2439
mvshoppbarra@mundoverde.com.br
* Possui lanchonete
SHOPPING IGUATEMI
Av. Tancredo Neves 148 – Loja 22, QD P, 2º Piso
Caminhos das Flores – Shopping Iguatemi – Pituba
Tel/Fax: (71) 3460-3293 / 3460-3298
mvisalvador@ig.com.br
* Possui lanchonete
SHOPPING PARALELA
Av. Luiz Viana 8544 – loja 210/211
Shopping Paralela – Paralela – Salvador/BA
Tel/Fax: (71) 3555-6112
* Possui lanchonete
 
SHOPPING SALVADOR
Av. Tancredo Neves, 2.915 – Loja 1074
Caminho das Árvores – Pituba
Tel: (71) 3443-1300
salvadorshopp@mundoverde.com.br
* Possui lanchonete
Mundo Verde – www.mundoverde.com
Alô Nutricionista: 0800 0222528 (segunda a sexta, das 13 às 18 horas) /
Assessoria de Imprensa:
Factual Comunicação – www.factual.inf.br
Rosayne Macedo – (21) 2226-1346 / 8117-7187
rmacedo@factual.inf.br
 
 
 
—————-

Material enviado pela Assessoria de Imprensa da rede Mundo Verde por e-mail.

Comer: a melhor coisa da vida?!

Eu costumo dizer que a melhor coisa da vida é comer bem. É certo que recebo muitas críticas dos mais lascivos, mas é o que eu penso. Na verdade, eu me recuso a condicionar a minha felicidade à dependência de uma terceira pessoa. Logo, para mim, a melhor diversão da vida é mesmo saborear deliciosos pratos, e não namorar.

O papo parece brincadeira, mas até que dá pra criar uma enquete. “Quais são as 3 melhores coisas da vida?”

Aproveito para convidar a todos os meus ilustres leitores a enviarem receitinhas de Culinária Natural para o Holistika. Serão muito bem vindas e prometo que mais cedo ou mais tarde vou experimentar todas e farei comentários…

Pra não perder o costume… Segue mais uma receita. Desta vez a colaboração é do Salad Creations Brasil.

>>>>>>>>>>>>

SALADA DE GORGONZOLA E VERDES

Divulgação | Salad Creations Brasil

Divulgação | Salad Creations Brasil

 
Ingredientes:
 
01 alface roxa
01 alface verde
30 g de tangerina
½ coração de alcachofra
30 g de queijo gorgonzola
01 col.(sopa) de semente de girassol
01 col.(sopa) de uva-passa
03 nozes picadas grosseiramente
 
Modo de fazer:
Rasgue as folhas de alface e espalhe em uma tigela grande. Separe os gomos de tangerina e coloque-os por cima. Pique o coração de alcachofra e, também, o queijo gorgonzola, e acrescente ao prato. Salpique as sementes de girassol, as uvas-passas e as nozes. Se preferir, regue com o molho light de sua preferência: o de iogurte é boa pedida.
 
Rendimento: 02 porções
Calorias: 179 kcal por porção

Saladas Orgânicas – Receitas

E que tal deixar de lado os gordurosos ambúrgueres por deliciosas e saudáveis saladas?! Obviamente, somos o resultado de tudo o que comemos e, como dizia o poeta romano Juvenal, “Mente sã em corpo são”.

Hoje eu vou inaugurar uma nova sessão (Culinária Natural), que há muito venho desejando colocar no ar, literalmente, com água na boca. Bom apetite!

>>>>>>>>>>>

Divulgação | Banana Brasil

Divulgação | Banana Brasil

SALADA DE FRUTAS ORGÂNICAS BANANA BRASIL

Ingredientes
1 maçã
1 kiwi
1 mamão papaia pequeno
5  bananas passas Banana Brasil picadas
1 pote de iogurte natural
1 colher de sopa de pólen
 
Modo de preparo
Em uma taça coloque as frutas picadas em cubos e a banana passa. Adicione o iogurte e salpique pólen.
 
Dicas
Se preferir, substitua o iogurte por suco de laranja, mamão ou da fruta de sua preferência.
 
Categoria: Sobremesa
Tempo de preparo: 10 minutos.
Rendimento: 4porções
Grau de dificuldade: fácil

————-

SALADA VERDE ORGÂNICA BANANA BRASIL

Divulgação | Banana Brasil

Divulgação | Banana Brasil

Ingredientes
 
Salada
1 maço pequeno de rúcula
1 unidade de alface americana
12 unidades de tomate do tipo cereja
50g de broto de alfafa
5 ramos médios de espinafre
½ repolho roxo pequeno
150g de mussarela de búfala
5 bananas passas orgânicas Banana Brasil picadas
 
Modo de preparo
Lave todos os ingredientes. Rasgue as folhas e corte os tomates e disponha sobre a saladeira.
 
Molho
100ml de iogurte
1 colher (sopa) de mostarda
2 colheres (sopa) de suco de limão
Orégano a gosto
 
Modo de preparo
Misture todos os ingredientes e coloque sobre a salada. Sirva com mini-torradas.
 
Categoria: Saladas
Tempo de preparo: 30 minutos.
Rendimento: 6 porções
Grau de dificuldade: fácil

(As receitas foram gentilente enviadas pela Assessoria de Imprensa da Banana Brasil.)