Holistika

Um espaço que trata da saúde da alma, da mente e do corpo

Arquivo para agosto, 2010

CONDUTA DE MISERICÓRDIA – Joana de Ângelis

Enviado por minha chefe, que é espírita. Um belo texto.

———————–

Este cavalheiro insolente, agressivo, que parece dominador,
e que, tomando o caminho, investe contra os teus direitos,
encontra-se gravemente enfermo, não tendo dimensão do mal
que o consome.

Aquela dama, frívola e irreverente, que parece desejar
submeter o mundo aos pés, assinalada pelo excesso de jóias
e tecidos caros, tem o coração dilacerado por terríveis
frustrações, que não consegue superar.

Esse jovem rebelde, que desdenha as leis a assoma na tua senda
com o cinismo afivelado à face, padece conflitos íntimos que
o vergastam e aos quais não pode fugir.

Estoutro senhor, de cenho carrancudo a aspecto amargo, que não
logra dissimular a arrogância de que se vê objeto, tem medo de
ser conhecido pelas fraquezas morais que carrega interiormente.

Esta moça, quase despida, que exibe o corpo e a alma ao
comércio da luxúria, invejada por uns e por outros malsinada,
viva ralada pela carência de um amor verdadeiro que a
dulcifique e felicite.

O rapaz que expõe o corpo, para o jogo exaustivo dos prazeres
fáceis, símbolo e modelo de beleza, vive aturdido na timidez
que o neurotiza, obrigado a uma exteriorização que o aniquila
a pouco e pouco.

No festival dos sorrisos humanos, no banquete dos triunfos
sociais a na passarela da fama as criaturas não são o que
demonstram, mas, sim, um simulacro do que não conseguem
tornar-se.

É certo que há exceções, como não poderia deixar de ser, o
que mais afirma a regra geral.

A pobreza andrajosa, a polidez da face de bom comportamento,
a voz melíflua, suave, certamente não significam
personalidades humildes e resignadas, a um passo do triunfo
sobre as vicissitudes.

Muitas provêm de incontida revolta, de sentimentos
desesperados, de vidas em estiolamento pela mágoa e pela
rebeldia.

Por isto, não julgues ninguém pela aparência, ou melhor,
não te arvores a julgamento algum com desconhecimento da
causa reta.

Torna-te tolerante, embora sem conivir.

O problema de cada um, a cada qual pertence.

Sê um momento de esperança para quem te busque, ou uma
oportunidade de renovação para quem te perturbe ou desafie,
mantendo-te em paz contigo mesmo em qualquer situação.

Da mesma forma que o teu exterior não te reflete a realidade
interna, os passantes pelo teu caminho, igualmente, vivem
essa dicotomia de comportamento.

Jesus, que identificava a causa das aflições humanas e
penetrava o âmago dos corações, por isto mesmo não julgava,
não condenava, não desconsiderava ninguém.

Seguindo-Lhe o exemplo e exercendo misericórdia para com o
teu próximo, quando, por tua vez, necessites de apoio, não
te faltarão o socorro da compreensão e da amizade que alguém
te dispensará.

[Joanna de Ângelis]

A Lua está encolhendo?!

Sou fã da Lua. Tomei um susto ao ler uma matéria que informa sobre o encolhimento dessa esfera branquinha que flutua “sacando” a Terra lá do espaço.

——————————

O portal Terra traz matéria explicando o fenômeno.

“Lua está encolhendo como uma maçã velha, diz estudo da Nasa (veja texto na íntegra)

A Lua encolheu como uma maçã velha, revelam imagens da Nasa, que explica esta contração pelo resfriamento interno do único satélite natural da Terra. Essas imagens, publicadas nesta quinta-feira na revista americana Science, mostram modificações na superfície da Lua não detectadas anteriormente, indicando que sua circunferência “retraiu cerca de 100 metros em um curto período de tempo”, explicou Thomas Watters, do Museu Nacional do Ar e do Espaço e principal autor desse trabalho.”