Holistika

Um espaço que trata da saúde da alma, da mente e do corpo

Arquivo para junho, 2009

Sono de sonhos impulsiona pensamento criativo, sugere experimento

Estudo americano comparou sono normal, sono com sonho e repouso. Grupo que atingiu fase de sonho teve melhor desempenho em teste.

Salvador Nogueira Do G1, em São Paulo

Neurônio com áreas sensíveis à luz marcadas em verde (Foto: Universidade Stanford/Divulgação)

Neurônio com áreas sensíveis à luz marcadas em verde (Foto: Universidade Stanford/Divulgação)

São famosas as histórias em que a criatividade é inspirada por sonhos. Entretanto, não havia ainda nenhuma confirmação científica de que sonhar pudesse ajudar o desempenho em tarefas criativas executadas durante o dia. Pelo menos até o estudo realizado por um grupo de cientistas nos Estados Unidos.

Eles acabam de demonstrar, por uma série de experimentos, que dormir e ter sonhos ajuda a realizar tarefas que exijam criatividade. Até então, já havia estudos demonstrando a ajuda que o sono dá ao pensamento criativo, mas nada que especificasse em qual fase do sono se obtém o benefício.

Denise Cai, psicóloga da Universidade da Califórnia em San Diego, e seus colegas testaram isso ao comparar o desempenho de voluntários que tiravam uma soneca durante a tarde e atingiam o chamado sono REM (sigla inglesa para movimento rápido dos olhos, fase em que acontecem os sonhos), outros que só dormiam, mas não experimentavam a fase REM, e um terceiro grupo que apenas fazia repouso silencioso.

Testes associativos correlacionados com a criatividade — definida como a capacidade de conectar elementos originalmente desconexos — foram aplicados aos voluntários pela manhã (antes da soneca) e à tarde. Os resultados mostraram claramente que os grupos do repouso silencioso e do sono sem sonhos tinham desempenhos similares. Já os que tiveram sono REM (ou seja, atingiram a fase de sonhos) apresentaram desempenho médio melhor.

Os resultados ajudaram também a corroborar a ideia de que, para solucionar criativamente um problema, nosso cérebro trabalha com uma fase de incubação, em que não pensamos no problema conscientemente, mas nosso subconsciente segue trabalhando, até a solução emergir de forma súbita na mente consciente.

Os cientistas especulam que a fase de sonhos do sono ajude esse trabalho de incubação ao estimular a ativação de certas conexões cerebrais usadas antes do sono.

O trabalho foi reportado pelos cientistas no periódico da Academia Nacional de Ciências dos EUA, “PNAS”.

São famosas as histórias em que a criatividade é inspirada por sonhos. Entretanto, não havia ainda nenhuma confirmação científica de que sonhar pudesse ajudar o desempenho em tarefas criativas executadas durante o dia. Pelo menos até o estudo realizado por um grupo de cientistas nos Estados Unidos.

Eles acabam de demonstrar, por uma série de experimentos, que dormir e ter sonhos ajuda a realizar tarefas que exijam criatividade. Até então, já havia estudos demonstrando a ajuda que o sono dá ao pensamento criativo, mas nada que especificasse em qual fase do sono se obtém o benefício.

Denise Cai, psicóloga da Universidade da Califórnia em San Diego, e seus colegas testaram isso ao comparar o desempenho de voluntários que tiravam uma soneca durante a tarde e atingiam o chamado sono REM (sigla inglesa para movimento rápido dos olhos, fase em que acontecem os sonhos), outros que só dormiam, mas não experimentavam a fase REM, e um terceiro grupo que apenas fazia repouso silencioso.

Testes associativos correlacionados com a criatividade — definida como a capacidade de conectar elementos originalmente desconexos — foram aplicados aos voluntários pela manhã (antes da soneca) e à tarde. Os resultados mostraram claramente que os grupos do repouso silencioso e do sono sem sonhos tinham desempenhos similares. Já os que tiveram sono REM (ou seja, atingiram a fase de sonhos) apresentaram desempenho médio melhor.

Os resultados ajudaram também a corroborar a ideia de que, para solucionar criativamente um problema, nosso cérebro trabalha com uma fase de incubação, em que não pensamos no problema conscientemente, mas nosso subconsciente segue trabalhando, até a solução emergir de forma súbita na mente consciente.

Os cientistas especulam que a fase de sonhos do sono ajude esse trabalho de incubação ao estimular a ativação de certas conexões cerebrais usadas antes do sono.

O trabalho foi reportado pelos cientistas no periódico da Academia Nacional de Ciências dos EUA, “PNAS”.

A CURA ATRAVÉS DOS SONHOS

 

 
No próximo dia 30, às 19:30, o cientista e neuropsiquiatra Ricardo Chequer Chemas – escolhido O Homem do Ano na Ciência em 2008, pela Associação Internacional de Pesquisas dos EUA – o American Biographical Institute (IBA) –  irá proferir a palestra A Cura através dos Sonhos, na Clínica da Família, Rua Laura Costa, 170, Vila Laura, Salvador-BA, direcionada a profissionais da área de saúde e ao público em geral.sonhos_sonhos
 
A técnica utilizada pelo cientista é baseada na toxicologia e possibilita diagnósticos precisos através de sonhos relatados por pacientes. Segundo explicou o Dr. Chemas, essa técnica é muito poderosa porque, por meio dos sonhos, o psiquismo traduz nitidamente o processo inconsciente de toda a atividade corporal que se encontra longe da consciência, permitindo captar aspectos muito sutis que não aparecem no nível grosseiro do corpo. O diagnóstico e a cura a partir dos sonhos fazem parte da Medicina Avançada praticada pelo cientista Ricardo Chemas.  Mais informações pelo cel. 88º6-3995. A entrada é franca.

Palestras

SBE – Palestra para nível preparatório

A Sociedade Brasileira de Eubiose convida para a palestra As Leis Universais.

Palestrante: Eduardo Góes

Leis Universais são leis imutáveis às quais todos os seres, sem exceção – desde a pedra bruta até o homem -, estão submetidos. O desconhecimento ou o desrespeito às mesmas é que causam o desequilíbrio e, consequentemente, o sofrimento. As leis que regem a natureza são de grande importância para a adequação de nosso esquema evolutivo, pois vão nos permitir conhecer melhor o mundo em que vivemos e como tirar melhor proveito daquilo que nos é oferecido pelos elementos que nos cercam, para caminharmos mais depressa no caminho da realização.

Dia:4/6/2009 – Horário: 19h30. Ladeira do Acupe, 123, Brotas. Salvador, BA. Entrada Franca